Monte Seu Negocio de Depilação e Estética
Foto Depilacao

Existem perigos em fazer a fotodepilação? Hoje nós falaremos sobre isso e também explicaremos como essa depilação funciona e quais os benefícios. Pele lisinha é o que muitas mulheres desejam e para isso recorrem a depilação. E dentre os métodos que mais duram estão a fotodepilação, que acaba durando mais do que a depilação com lâmina ou com cera.

O que é a fotodepilação

A fotodepilação consiste na depilação com o uso de luz pulsada. Esse método varia a intensidade e também o espectro da luz, o que faz com que a depilação seja menos dolorosa. Essa depilação, como falamos, é feita por meio de luzes pulsadas de baixa intensidade e também com o uso de outras luzes que não sejam laser. O objetivo dessa depilação é enfraquecer os pelos e também o bulbo, contudo ela não consegue destruir as células germinativas, o que resulta no crescimento dos fios depois de um certo tempo. A fotodepilação, ao

contrário do que algumas pessoas costumam pensar, não se trata de uma depilação definitiva. Os pelos voltam a nascer depois de um certo tempo, mas pode acontecer deles nascerem mais finos. Esse tipo de depilação somente pode ser feita por profissional habilitado e munido dos equipamentos necessários. Bem como, é necessário que os olhos dos paciente sejam protegidos por um óculos de proteção, do mesmo modo que a depilação a laser.

A fotodepilação é igual a depilação a laser

Não. Como explicamos, a fotodepilação consiste no uso de luzes pulsadas, já a depilação a laser faz uso de laser que penetra na pele e pode, até mesmo, causar queimaduras, se não forem tomados os devidos cuidados. Contudo, essa queimadura não gera danos a pele que não possam ser reparados. Para que você entenda melhor as diferenças, falaremos a seguir sobre como cada um desses métodos de depilação funcionam. A depilação a laser aquece o pelo e o destrói, sendo que a temperatura mínima é de 60ºC, o que gera dor. Ela não é indicada para pessoas com pele negra ou morena, pois pode causar manchas ou queimaduras, devido a que a pele dessas

pessoas possui muita melanina. Já a fotodepilação consiste no uso de luz pulsada que atinge as células germinativas dos pelos, fazendo com eles nasçam somente no próximo ciclo germinativo, o qual pode levar entre 6 a 12 meses em média. Esse tipo de depilação exige que você não utilize mais nenhum outro método de depilação enquanto estiver fazendo uso dele, assim como o método a laser. Uma vantagem da fotodepilação, em comparação a laser, é que ela não causa manchas na pele, pois a sua luz pode ser ajustada ao tipo de pele, já que ela é uma luz pulsada com frequência variada.

Fotodepilação: qual a duração dessa técnica

A fotodepilação é um dos métodos de depilação que mais duram, porém o tempo pode variar de pessoa para pessoa. Para ter resultados melhores, é necessário que você faça entre 7 a 10 sessões de depilação. Com isso, a duração dessa técnica de depilação pode ser de até 1 ano. Mas ela também exige que seja feita manutenções nesse período.

Fotodepilação doí

Se você já está acostumada a se depilar com cera quente ou cera fria, saiba que a fotodepilação dói muito menos do que a depilação com cera. Na realidade, o que você sente é apenas uma fisgadinha como acontece com a depilação com pinça. Fora que esse tipo de depilação ainda é bem mais rápido do que muitos outros. Em algumas clínicas, o profissional pode colocar gelo ou algum tipo de gel no local, o que ajuda ainda mais a amenizar o desconforto. Em pouco tempo você estará com a pele lisinha e pronta para ir à praia ou para algum compromisso.

Quanto custa a fotodepilação

O valor da fotodepilação varia de cidade para cidade, mas ainda existem outros fatores a serem considerados como a área do corpo onde será feita a depilação. No entanto, a média de preço para a fotodepilação no Brasil é de R$ 70,00. Ou seja, ela pode ser ainda mais barata do que a depilação a laser.

Quais os perigos de fazer fotodepilação

Apesar dos seus diversos benefícios, a fotodepilação também pode possuir alguns risco. Logo, é necessário tomar alguns cuidados. Veja a seguir alguns dos riscos de usar esse método de depilação: - Não pode ser feita por todo mundo: ela, assim como a depilação a laser, não é recomenda para alguns tipos de pessoas, tais como mulheres grávidas ou que estejam amamentando, pessoas que tenha tido câncer de pele, pacientes com doença autoimune, pessoas com problemas neurológicos, portadores de diabetes tipo I, entre outros. Por isso é extremamente importante consultar um médico e verificar suas condições de saúde antes de iniciar o tratamento com essa técnica de depilação; - Não pode ser feita em qualquer área do corpo: áreas como o ânus, escroto, pálpebras, entre outros locais sensíveis, não podem fazer o uso da fotodepilação e

nem mesmo do procedimento a laser; - Pode causar vermelhidão: assim como qualquer tipo de depilação, a fotodepilação pode causar vermelhidão, por isso você precisa evitar se expor ao sol por alguns dias depois de fazer o procedimento; - Não pode ter feito outra depilação antes: se você fez algum outro tipo de depilação, então não poderá realizar a fotodepilação, pois poderá provocar danos a sua pele. Do mesmo modo, não poderá realizar outro tipo de depilação depois de realizar esse procedimento; - Não pode ser feita com a pele ferida: a fotodepilação jamais deve ser feita com a pele apresentando algum ferimento, com acne, bolhas, caroços ou algum outro tipo de problema, pois isso poderá provocar infecções, etc.

Considerações finais

Existe vida além da lâmina e da cera, e a fotodepilação é uma alternativa que te ajuda a ficar livre dos pelos por um bom tempo. E ela ainda traz o benefício de fazer os novos fios crescerem mais fininhos. Você ainda tem dúvidas sobre esse tipo de depilação? Deixe aqui abaixo sua pergunta que iremos te responder.

Ensina Vip - Como Montar Um Negócio De Depilação